ANTONIO CARVALHO

POR ONDE ANDA ?

Saudades!!!
Faleceu dia 17 de maio de 2008, às 4 horas da manhã, no Hospital Alvorada, no bairro de Moema, zona sul de SP, vítima de leucemia.

Foi sepultado no Cemitério e Crematório Horto da Paz.
Rua Horto da Paz, 191 - Itapecerica da Serra - SP
 

BREVE HISTÓRICO:

Nasceu em Lavras, sul de Minas Gerais, no dia 21 de Março de 1946.
Por 36 anos, apresentou aos domingos na Rádio Bandeirantes o programa "Arquivo Musical".

Começou como locutor na Rádio Cultura desta cidade, aos 13 anos de idade.
Em 1968, aos 22 anos, se mudou para São Paulo com o propósito de cursar direito na USP e trabalhar na Rádio Bandeirantes.

Na Capital paulista trabalhou na Rádio Jovem Pan até setembro de 1969, quando então ingressou na Rádio Bandeirantes como locutor noticiarista neste mesmo ano, na equipe de Alexandre Kadunk - "Os Titulares da Notícia".

Em 1972, convidado pelo então diretor Hélio Ribeiro, produziu junto com Newton Miranda o programa "Bandeirantes Freqüência Balançada", apresentando-o das 21:00 às 23:00 horas. Foi o maior sucesso da noite, quando ainda não existia no Brasil estações de FM. Ficou no ar durante 13 anos.

Na Rádio Bandeirantes, também integrou a equipe do jornal "Primeira Hora" e apresentou o vespertino "Acontece".

Em 1977, estreou no comando de um novo programa, o "Ciranda da Cidade", que na época ia ao ar às 17h00, na Rádio Bandeirantes.

No final dos anos 70, também trabalhou na TV Cultura de São Paulo onde foi âncora de telejornal.

Com sua voz forte e vibrante, Antonio Carvalho teve um papel fundamental na Rádio Bandeirantes. Grande contador de casos, esbanjava muito talento no
microfone.

Com sua voz forte e vibrante, Antonio Carvalho teve um papel fundamental na Rádio Bandeirantes. Grande contador de casos, esbanjava muito talento no microfone e uma inteligência impressionante.

Em 2001 passou a apresentar o programa "Grande Sampa", das 4h00 às 6h00 da manhã, com informação e serviços voltados para a região metropolitana de SP.
Um dos quadros de maior sucesso neste programa era o "Conversinha ao Pé do Ouvido", um convite à uma pausa para reflexão, tão necessária nos dias de hoje.

Seguidor da Eubiose (filosofia do viver em harmonia com a natureza), Carvalho foi um grande conselheiro dos ouvintes.

Nos últimos anos, lutou contra a leucemia, que o afastou do microfone por alguns períodos. Venceu a doença em várias batalhas e a cada retorno demonstrava garra e disposição para retornar ao trabalho.

Com esse espírito em todos os programas, mesmo doente, Antonio Carvalho, tinha uma maneira otimista de se despedir dos ouvintes. Carvalho sempre dizia:

- "Que o dia de hoje seja melhor que o de ontem e pior que o de amanhã, porque a vida é um eterno para frente e para o alto, não tem para trás...
Bom dia São Paulo, bom dia Brasil"
.



 

Voltar