LUTO
Morre o repórter esportivo Eduardo Luís, o "Ligeirinho"
11 de julho de 2017 - terça-feira











A imprensa esportiva está de luto. Morreu nesta segunda-feira, dia 10 de julho um dos mais completos repórteres do rádio esportivo brasileiro: Eduardo Luís de Almeida, conhecido como “Ligeirinho”.

Ligeirinho sofreu um infarto fulminante quando seguia de carro de São Paulo para Atibaia, onde residia nos últimos anos.

O velório acontece nesta terça-feira a partir das 14h no Cemitério Picanço, em Guarulhos. O sepultamento está marcado para às 16h30, no mesmo local.

Ligeirinho 'fez escola' como repórter das principais emissoras de São Paulo.

Desde os anos 1970, Eduardo Luís vinha trabalhando em grandes emissoras de São Paulo, como Bandeirantes, Globo, Record, Capital e Tupi. Atualmente Eduardo Luiz atuava na Rádio Tropical FM de São Paulo (FM 107,9) e era o principal destaque da equipe esportiva que tem o comando de Alexandre Barros, atual presidente da Portuguesa.

Sua última transmissão aconteceu como comentarista no domingo (09/07), na partida Cruzeiro 3 x 1 Palmeiras, ao lado do narrador Hélio Claudino e do repórter Guto Ablas.


O APELIDO
O apelido “Ligeirinho”, que acabou sendo incorporado ao nome de Eduardo Luís Almeida, foi dado pelo lendário narrador Fiori Gigliotti em razão da rapidez do repórter em trazer as informações em primeira mão.

Eduardo Luís era pai do repórter Marcos Luís, que atualmente trabalha na Rádio Bandeirantes de Campinas (AM) e que também atuou nas principais emissoras da capital paulista.


*OS NOSSOS MAIS SINCEROS SENTIMENTOS À TODA FAMÍLIA.


FONTE: Futebol Interior / Radioamantes
Matéria exibida em setembro de 2016, onde Ligeirinho foi personagem de uma belíssima reportagem de Marco Aurélio Souza, no Globo Esporte da TV Globo.